Você tem 40 anos ou mais? Leia esse artigo!

0
176

Se você tem 40 anos ou um pouco mais, já deve estar próxima ou já ter entrado na menopausa, não é mesmo?

Justamente por esse motivo, eu quero fazer um alerta sobre a utilização de remédio para reposição hormonal. Eles são muito perigosos e acabaram mudando a minha vida completamente.

Na época, eu não sabia que tinha outras alternativas, a única coisa que me foi informada é que eu só conseguiria tratar os sintomas da menopausa que estavam aparecendo com o tal remédio para reposição hormonal, mas isso não era verdade.

Se alguém tivesse feito esse alerta para mim, como estou fazendo aqui para você, certamente, eu teria evitado esse transtorno na minha vida. Para mim, já não dá mais tempo, mas para você dá!

Não cometa o erro que eu cometi, jamais use algum remédio para reposição hormonal. Vou te explicar o porquê!

Tudo começou com sintomas bem brandos!

Não posso mentir para você, a menopausa não chegou na minha vida de um hora para outra. Eu comecei a sentir algumas coisas estranhas, principalmente na questão de humor. Sempre fui uma pessoa muito alegre, rodeada de amigos, de parentes, com um sorriso no rosto, mas comecei a me ver uma pessoa triste, chateada e com uma vontade intensa de chorar sem motivo aparente.

Inicialmente, achei que poderia ser algo psicológico. Eu acabava de mudar de cidade à trabalho, então achei que poderia estar sentindo falta de meus parentes, amigos e até mesmo de meus filhos que estavam longe, mas não era isso…

Passando-se alguns meses, comecei a notar que engordei um pouco e que minhas noites de sono não eram as mesmas. Eu tinha problema para passar das 4 horas da manhã dormindo, acordava já cansada, queria voltar para cama, mas não adiantava.

Essa era a minha vida…

Confesso que eu não achei que aos 40 anos eu estava tendo sintomas da menopausa, pra mim isso aconteceria muito mais tarde. Comecei a buscar diversos especialistas em diferentes áreas da saúde, pois eu jurava que estava com algum tipo de problema no organismo, alguma virose, doença, depressão, sei lá… Alguma coisa precisava ser feita para que eu pudesse melhorar rápido.

Fazia exames e nada! Tudo ok, tudo normal, tudo perfeito… Até que o exame de níveis hormonais começou a dar os primeiros sinais.

A prova de que estava na menopausa

Foi no exame de hormônio que comecei a ter minhas primeiras respostas. Na primeira vez que realizei o exame, os níveis deram extremamente altos, fora de questão para uma pessoa na minha idade que não estava grávida e muito menos no auge da adolescência.

A médica pediu para que eu esperasse um mês e repetisse tudo, dessa vez, os níveis estavam baixos demais, como se eu já não estivesse mais na fase fértil. Confesso que eu não sabia o que esperar, poderia ser uma doença terminal, algo muito sério…

O diagnóstico foi mais simples do que eu imaginei: estava entrando na menopausa. O problema é que eu mal sabia o que estava por vir!

Parece que depois desse dia, os sintomas passaram a ser muito piores. Tudo o que eu sentia foi intensificado ao extremo e eu já não sabia mais o que fazer.

Em um primeiro momento, logo na consulta, a instrução era que não havia nada a ser feito, pois não era nenhum doença, logo não havia tratamento, mas eu não fiquei conformada. Não era possível que não existia nada que pudesse me ajudar.

Fui à procura de outra profissional e ela me apresentou um remédio para reposição hormonal feminina. A forma com que ela me mostrou tudo, me pareceu que eu estava tendo a oportunidade do século.

Fiquei com aquilo na cabeça, vou começar a tomar esse remédio para reposição hormonal feminina e, em semanas, estarei “curada”.

Foi onde o problema começou…

Não sei se por falta de conhecimento da médica ou um problema comigo mesmo, comecei a usar a medicação e não houve qualquer efeito em relação aos sintomas da menopausa. Porém, comecei a perceber que estava ficando pior em alguns pontos…

1º Comecei a ter uma retenção de líquido absurda. Minhas mãos, joelhos, pés e tornozelos inchavam à um ponto em que doía só de encostar;

2º comecei também a ganhar muito peso. Para você ter uma noção, em 2 meses de uso, eu já estava 15 quilos acima do peso em que eu comecei.

Relatei toda essa questão a médica, e ela me disse que era algo natural. Sempre achei estranho.

Bom, já estava quase no 10º mês de uso quando percebi um caroço estranho na minha pele. Algo muito esquisito, meio roxo… Como apareceu do dia para a noite, corri no PS.

Resultado: Estava com início de trombose e iria precisar operar para ontem, senão a minha vida corria risco. Quando ouvi do plantonista que isso era bastante comum em mulheres que estavam fazendo reposição hormonal, um misto de raiva com tristeza me invadiu.

Por que ninguém havia me avisado desse risco? Porque a médica que me tratava não foi clara comigo?

Naquele momento, já tinha ocorrido e eu já não precisava mais de respostas, infelizmente era tarde demais para elas.

Fica o alerta para você!

Se em algum momento, você tiver que escolher entre usar um remédio para reposição hormonal feminina e algo natural, não coloque a sua vida em jogo! Opte sempre pelo natural, por mais incerto que ele pareça.

Dei esse conselho para outras amigas minhas e elas não fizeram a mesma burrada que eu. Todas têm usado um suplemento chamado AmoraLife e me relatam maravilhas.

Em poucas semanas já quase não sentem os sintomas da menopausa!

Anote esse dica para quando você precisar! Não se deixe levar por seu médico, nem ele consegue mensurar os riscos que o remédio para reposição hormonal feminina pode ocasionar em seu corpo!

- Adquira Já -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here