O que fazer com fogacho na menopausa?

0
101

Os fogachos são uma sensação de calor que mais de 50% das mulheres em todo mundo sentem quando estão próximas ao período de menopausa.

Esse é um calor que começa no peito e pode subir até a face, provocando um incômodo bastante forte. Mas é possível diminuir esses fogachos, veja como:

Terapia de reposição hormonal – TRH

Muitos ginecologistas irão indicar de início que você realize uma terapia para repor alguns hormônios que são perdidos durante a menopausa. No caso estamos falando do estrogênio, hormônio ao qual é afetado durante a fase.

Nessa etapa da vida da mulher, os níveis de estrogênio que ela produzia acabam sendo alterados devido à transição, provocando os famosos fogachos.

Dessa maneira, é preciso consumir suplementos que contenham esse tipo de hormônio para ajudar na regulagem da produção dele no corpo.

Contudo é necessário tomar cuidado pois essa terapia tem diversos efeitos colaterais e contraindicações que podem prejudicar e colocar em risco a sua saúde.

Suplemento de Amora

Caso a terapia de reposição hormonal não seja o mais indicado na sua situação, você pode tentar consumir o suplemento de amora que também trará o efeito de redução dos fogachos.

Para isso é necessário escolher muito bem o produto que irá consumir. É recomendado o consumo daqueles que contenham fito nutrientes, substância encontrada principalmente nos derivados da amora.

Com relação à essas substâncias, já foram feitas algumas pesquisas e comprovaram sua eficácia. Em pouco tempo de uso algumas mulheres relatam ter diminuído a sensação dos fogachos. Contudo você não deve exagerar no consumo, além de escolher um suplemento que tenha o selo da Anvisa.

Uso de antidepressivos

A menopausa pode gerar sentimento de depressão na mulher, além do seu humor ser afetado.

Devido aos estudos feitos com medicamentos antidepressivos, pode-se observar que o uso deles nesse período complicado ajudou a reduzir os sintomas.

Os mais recomendados são o enlafaxina, também a fluoxetina e ainda a paroxetina.

No entanto, é preciso fazer uma avaliação prévia com o médico especialista. Já que todos esses medicamentos possuem efeitos colaterais e contraindicações. Jamais se automedique!

- Adquira Já -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here