Menopausa: entenda o que é, quais as causas, sintomas e tratamento

0
1487

Se você é mulher certamente sabe que a menopausa, em algum momento, fará parte da sua vida. E, infelizmente, não há como fugir disso! A triste verdade é que ninguém prepara você para este momento, não é mesmo?

Menopausa é um período natural da vida da mulher. Porém é comum que, em razão da falta de informações e até mesmo muitas informações erradas na internet, muitas não saibam o que é menopausa de fato.

Se você tem alguma dúvida e quer saber tudo sobre o que é menopausa, quais as causas, sintomas e tratamentos para este período, continue a leitura.

O que é menopausa

De forma simples e clara, menopausa é o período que marca o fim da fase reprodutiva da mulher. Ela é marcada pela ausência da menstruação por um período de, no mínimo, 12 meses consecutivos.

Não há uma idade exata para que a mulher entre na menopausa, isso pode variar de acordo com cada organismo, questões culturais, geográficas e uma série de outros fatores. No entanto, no Brasil a média é que a mulher entre na menopausa entre seus 45 e 55 anos.

A menopausa também é marcada por uma série de alterações hormonais pela qual a mulher passada, resultando em uma série de sintomas que podem ser sentidos tanto física quanto emocionalmente. Em alguns casos, até mesmo atrapalhando a vida da mulher.

No entanto é comum que haja uma série de confusões sobre o que é menopausa, climatério, pré-menopausa, pós-menopausa, entre outras etapas da vida da mulher. Mas depois de ler este conteúdo você vai saber exatamente o que é cada uma destas fases.

Como saber se estou entrando na menopausa?

A menopausa não chega de um dia para o outro na vida da mulher. Os sintomas vão se manifestando aos poucos, porém muitas não os notam ou acreditam ser comuns da idade.

O primeiro aviso costuma ser a irregularidade menstrual. Mas sintomas como queda de cabelo, aumento de peso, insônia, suores noturnos, entre outros, já podem estar se manifestando em proporções menores, sem que você note ou dê importância a eles.

Para que você saiba se está entrando na menopausa, continue a leitura e confira alguns dos sintomas mais comuns. No entanto, apenas um médico pode te dar um diagnóstico exato.

O que é climatério

É importante que você saiba que climatério e menopausa são coisas diferentes. Embora se refiram a uma mesma fase da vida da mulher, são períodos diferentes deste momento de mudanças.

O climatério refere-se a todos os sintomas sentidos na pré-menopausa, menopausa e na pós-menopausa. Ou seja, assim que você começar a sentir os primeiros sintomas que resultarão na menopausa, você já estará no climatério.

O que é pré-menopausa

Pré-menopausa é o período que marca a fase de transição da mulher entre a fertilidade e a infertilidade. Isso quer dizer que, neste momento, o corpo da mulher estará se preparando para deixar de ser reprodutivo. Este período pode durar entre 3 a 10 anos, variando de acordo com cada mulher.

Assim como a menopausa, este período é marcado pela instabilidade hormonal com a qual a mulher está lidando, principalmente pela queda de estrogênio e progesterona, hormônios predominantemente feminino. Esta fase antecede o fim dos ciclos menstruais e da tão falada menopausa.

O que é pós-menopausa

Como o próprio nome sugere, esta é a fase após a menopausa, geralmente dos 60 anos em diante. Neste período é comum que os sintomas desaparecem ou sejam minimizados. No entanto, há mulheres que continuam sofrendo com os sintomas da menopausa por um longo período ou até mesmo pela vida toda.

O que é menopausa precoce e menopausa tardia

A menopausa precoce é a falência ovariana prematura de uma mulher, ou seja, quando os ovários param de trabalhar em uma idade considerada precoce, geralmente antes dos 45 anos.

A menopausa precoce acontece com cerca de 1% das mulheres e não há uma causa exata para que ela ocorra. Pode ser em razão de anormalidades genéticas, remoção de ovários, consumo mais rápido do que o normal dos folículos ovarianos ou até mesmo quando a mulher já nasce com uma reserva menor deles. Mas, na maioria dos casos não há uma causa conhecida.

Já a menopausa tardia, como o próprio nome diz, é quando ela ocorre em um uma idade mais avançada do que o habitual, geralmente após os 55 anos. Assim como a menopausa precoce, também não há uma causa exata para que ela ocorra.

Quais os sintomas da menopausa

Agora que você já sabe o que é menopausa e todas as outras etapas deste período, é importante que você também conheça os sintomas da menopausa.

Fogachos: um dos principais e mais conhecidos sintomas são os fogachos. São fortes ondas de calor que ocorrem pela diminuição do estrogênio.

Insônia: caracterizado pela dificuldade de adormecer e/ou voltar a dormir depois de acordar, é um sintoma comum da menopausa, que ainda pode resultar em outros sintomas secundários como apneia, síndrome das pernas inquietas, entre outros.

Suores noturnos: são semelhantes aos fogachos, porém ocorre durante a noite causando desconforto e atrapalhando o sono da mulher.

Falta de desejo sexual: é comum que a mulher sinta a falta de desejo sexual pelo marido durante a menopausa. A queda do líbido, ressecamento vaginal, transformações físicas no órgão sexual, entre outros sintomas acabam contribuindo ainda mais.

Ganho de peso: um dos grandes desafios pode ser ficar em dia com a balança, isso porque as mudanças no organismo contribuem para o ganho de peso e acúmulo de gordura.

Unhas quebradiças e queda de cabelo: estes sintomas geralmente já são sentidos no climatério. Eles ocorrem pela diminuição do estrogênio e queda dos níveis de colágeno, que é a proteína responsável por manter as células unidas e firmas.

Alterações de humor: sofrer variações de humor durante a menopausa é muito comum e geralmente muito percebido pelas pessoas mais próximas.

Pele seca e envelhecimento precoce: a diminuição na produção de estrogênio e colágeno também contribuem para que a pele fique mais flácida e seca, podendo resultar no envelhecimento precoce.

Coceiras: um sintoma pouco conhecida são as coceiras na menopausa, que podem interferir muito na vida da mulher e ser de difícil alívio.

Entre outros: além destes, há uma série de outros sintomas que podem ser sentidos durante a menopausa. No entanto, não há como saber exatamente como será este período para você e quais os sintomas irão se manifestar, isso porque cada organismo tem sua especificidade e sua própria maneira de reagir às mudanças e fases da vida.

Tratamentos para menopausa

Agora que você já sabe o que é menopausa e quais os sintomas mais comuns deste período, também é importante conhecer os tratamentos mais indicados.

No entanto, o indicado é que você sempre procure um médico para que ele lhe conduza para o tratamento para menopausa mais adequado para você.

Terapia de Reposição Hormonal

É muito importante que as mulheres que estão na menopausa reponham os hormônios que estão em falta no organismo, responsáveis pelos sintomas que são sentidos durante este período. Sendo assim, um dos tratamentos mais indicados para a menopausa são as terapias de reposição hormonal.

Terapia de Reposição Hormonal Sintética

A Terapia de Reposição Hormonal sintética consiste na ingestão de estrogênio artificial (produzido em laboratório), em substituição ao original, com o objetivo de regular os níveis hormonais da mulher e promover o alívio dos sintomas.

No entanto, este tratamento não é indicado para todas as mulheres, principalmente em razão dos riscos e efeitos colaterais, como desenvolver câncer de mama e ovário. Mesmo podendo conter riscos à saúde, há mulheres que optam por esta forma de tratamento e tem bons resultados.

O indicado é falar com o seu médico, pedir orientações e estar ciente de todos os riscos do processo.

Terapia de Reposição Hormonal Natural

Uma das maneiras mais seguras e saudáveis de repor hormônios são as naturais. Ela pode ser feita através do uso de suplementos vitamínicos como AmoraLife, Estroven, e MenoZen.

Além disso, também há uma série de alimentos e hábitos saudáveis que contribuem para que você consiga repor hormônios naturalmente, como é o caso de praticar exercícios físicos, ter uma dieta saudável com ingestão de soja, ômega-3 e 6, amora, nozes, castanhas, linhaça, cereais integrais, feijão, entre outros alimentos para menopausa que podem ajudar neste período.

Conclusão

Agora que você já sabe o que é menopausa e tudo sobre esta e demais etapas referentes a este período, é importante saber identificar os sinais do seu corpo e ficar atenta às necessidades do seu organismo, que se transformam com o passar dos anos.

Também é importante estar sempre atenta à sua saúde e garanta o seu bem-estar em todas as fases da sua vida.

A menopausa pode ser um período muito conturbado e difícil na vida da mulher, tudo depende da forma que você irá encará-lo e da ajuda que você irá buscar. Mas saiba que você não precisa passar por este momento sozinha e nem deve.

Além disso, também é importante que você não se sinta culpada pelos sintomas que irão fazer parte da sua vida durante este momento e busque sempre o apoio e a companhia da sua família.

Espero que este conteúdo tenha sido útil para você.

Até a próxima!

- Adquira Já -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here