Ex-atleta opta por tratamento para menopausa alternativo e obtém CURA!

0
347

Menopausa… Um período em que sabemos que todas nós teremos que passar, mas durante toda a vida não damos a devida importância a ela, até porque não há motivos para ficar esperando o dia em que ela vai aparecer.

Na verdade, ela chega sem pedir licença, sem ser invasiva e quando você perceber, já está no meio de um turbilhão de sentimentos dos quais você passa a não se reconhecer mais.

Esse meu breve relato é para contar a todas, que estão passando pelo período crítico da menopausa, que é possível sim resolver esse problema de uma forma alternativa, natural e sem ser invasiva com seu organismo.

Para isso, deixe-me apresentar quem sou. Eu me chamo Sônia Tereza, sou natural do Ceará, mas acabei mudando para o Espírito Santo há mais de 40 anos. Atualmente, estou com 51 anos e sofri mais de 10 anos com os sintomas da menopausa.

Eu não quero que você passe por todo o sofrimento que passei. Vi minha família se afastando, meus amigos inventando desculpas para não estar mais comigo, meus filhos me evitando e meu marido indo embora…

Quando descobri que a menopausa me causou tudo isso, já era tarde demais. Não consegui reverter a situação, mas você está tendo essa chance AGORA!

Não deixe que um processo natural do seu organismo te domine, e te faça perder o brilho de viver… Não se entregue a tratamentos de reposição hormonal que irão tirar anos da sua vida, podendo te levar à morte!

Não aceite que os sintomas dominem você. Eles são fortes e intensos, eu sei. Mas a cura está na própria natureza.

Leia atentamente meu relato para entender como descobri o tratamento para menopausa que transformou a minha vida e poderá fazer o mesmo por você!

Uma vida de vitórias

ex-atleta opta por tratamento para menopausa alternativo e obtém cura

Sou uma Ex-atleta profissional. Desde muito jovem eu sabia que a natação era minha vida. Nesse tempo, a mulher ainda estava lutando para se posicionar aqui, no Brasil, e eu estava no meio de tudo isso.

Não aceitava um destino como mulher do lar, não que isso seja algo ruim, eu apenas não me via nessa realidade.

Lá, no Ceará, as chances eram mínimas, por isso, fui tentar a vida no Espírito Santo, onde minha treinadora na época me disse que haviam oportunidades em clubes maiores. Nunca cheguei a avançar muito, mas me mantive por bastante tempo no esporte. Até que conheci Pedro Marcondes, com quem me casei e tive 3 filhos.

Virei uma mulher do lar, mas isso nunca foi um incômodo para mim. Quando eu decidi que estava na hora de parar, fiz de bom grado.

Vivi uma vida para a criação de meus 3 filhos e para o bem-estar da minha família, até que por volta dos 40 anos alguma coisa começou a mudar em meu organismo, mas eu não sabia explicar o que estava ocorrendo.

Mudança de atitude

Não sabia explicar o que estava ocorrendo, mas as brigas em casa eram constantes, não apenas com meu marido, mas com meus filhos também. A impressão que eu tinha era de que todos estavam contra mim, todos queriam me atacar.

Fui entrando em um estado de depressão profunda, sair de casa para mim era um martírio, então logo passei a evitar.

Fique dessa forma até meus 43 anos, quando comecei a perceber mais sintomas muito estranhos como: ondas de calor e coração acelerado, mas eu atribuía esses sintomas a uma síndrome do pânico que havia sido diagnosticada recentemente.

Se eu nunca imaginei que poderia ser menopausa?

Não, juro que eu nunca imaginei que poderia ser menopausa, afinal eu não tinha completado nem 45 anos. Para mim, ela só aparecia depois dos 50 e olhe lá…

Descobrindo o terror da menopausa

Eu já passava mais de 60% do tempo sozinha, meu marido evitava voltar para casa e preferia ficar na rua até a hora de dormir. Praticamente, não tínhamos mais uma relação.

Meus filhos já estavam trabalhando, estudando e com suas namoradas, mal ficavam em casa também… Me sentia muito sozinha, muito mesmo! Por vezes, pensei em tirar minha vida e acabar com todo aquele sofrimento.

Logo eu que sempre vivi rodeada de amigos, motivada por competições, hoje não queria mais nem levantar da cama.

Por um acaso da vida, em uma das idas ao médico, encontrei na sala de espera uma antiga amiga que deveria ter, mais ou menos, a mesma idade que eu. Começamos a conversar a acabei me abrindo com ela, já que não podia mais falar direito com ninguém.

Ela ouviu atenciosamente ao meu relato e me disse:

“Sônia, eu já passei por isso também, tudo o que você está me descrevendo são sintomas da menopausa. Ela causa todo esse mal mesmo. Já fiz diversos tratamentos para tentar amenizar esses sintomas, mas a única coisa que deu certo foram umas cápsulas naturais. Não me lembro o nome agora, mas assim que chegar em casa tiro uma foto do pote para você!”

Essa fala nunca mais sairá da minha cabeça! Vi que naquele momento tudo poderia se resolver!

A solução veio tarde!

Cheguei em casa e fiquei aguardando a resposta dela, mas não veio naquele mesmo dia. No entanto, meu marido me esperava, pois queria conversar comigo: eles estava com outra e queria a separação.

Foi um choque! Chorei a noite toda e tive a certeza que minha vida havia acabado!

No outro dia pela manhã, acordei com a mensagem de minha amiga com a foto. Olhei e vi que chamava-se AmoraLife. Mesmo abalada, corri para pesquisar sobre o assunto e fiquei pasma com a quantidade de mulheres falando bem do produto.

Não tive dúvida, pedi um kit com 3 potes que chegaram em menos de 5 dias. Comecei a usar e aos poucos, vi minha vida tomando forma de novo.

Ele acabou gradativamente com tudo o que eu sentia:

  • Irritabilidade;
  • Queda de cabeço;
  • Ondas de calor;
  • Depressão;
  • Ganho de peso

E todos os outros sintomas da menopausa que eu tinha!

Juro para você, não sei o que faria senão tivesse conhecido AmoraLife! Pode confiar.

Você está tendo uma chance, daquelas que eu não tive à tempo, então não a desperdice!

Peça já seu AmoraLife!

- Adquira Já -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here