A importância de ter uma dieta equilibrada na menopausa

0
1213

Ter uma alimentação saudável proporciona benefícios para sua saúde e também pode ajudar a aliviar os sintomas tão incômodos da menopausa. Basta escolher os alimentos certos e aplicar no seu dia a dia, que você já irá notar a diferença.

Conhecendo a menopausa

Resumidamente, a menopausa é uma fase pela qual toda mulher irá passar, que marca o fim da sua vida reprodutiva. Ou seja, a partir do momento que a mulher entra na menopausa, ela se torna infértil.

Com a chegada desta fase muitos incômodos começam a se manifestar, como os fogachos, a dificuldade para dormir, sudorese noturna, ressecamento vaginal e muitos outros. E todos eles são causados pelas alterações hormonais: a queda na produção de estrogênio e progesterona.

E a melhor forma de lidar com a menopausa é apostar em alimentos que ajudem a regular estes níveis hormonais, contribuindo para que você tenha uma vida mais saudável e uma menopausa muito mais tranquila.

A importância da dieta na menopausa

A dieta na menopausa não é apenas importante, ela é fundamental. E o motivo é simples: por meio da alimentação você pode equilibrar seus níveis hormonais naturalmente.

Esqueça o que você já ouviu sobre terapia de reposição hormonal sintética ou modulação bioidêntica, chega de correr risco. É possível viver melhor na menopausa apenas apostando em uma alimentação balanceada, uma vida ativa e hábitos saudáveis.

Há uma série de alimentos que agem com ação semelhante ao estrogênio e ao progesterona e, por isso, ajudam a regular os níveis hormonais, amenizando ou acabando de vez com os sintomas da menopausa.

Dieta na menopausa

Não há dúvidas que os alimentos certos farão a diferença na sua luta contra os sintomas da menopausa. No entanto, é preciso que você saiba o que realmente é benéfico inserir na sua dieta, assim como o que deve ser evitado, para não acabar agravando os sintomas.

Vamos começar com o que você deve evitar:

  • Alimentos industrializados;
  • Sal em excesso;
  • Alimentos condimentados;
  • Doces;
  • Bebidas alcoólicas;
  • Alimentos industrializados;
  • Cigarro;
  • Cafeína em excesso.

Começando a reduzir o consumo destes itens acima, você já começará a notar uma melhora na sua qualidade de vida.

Mas, além disso, é fundamental que você siga uma dieta com alimentos que te ajudarão na amenizar os sintomas da menopausa. Confira abaixo o que inserir na sua dieta para menopausa:

  • Alimentos ricos em soja: são fitoestrógenos, fonte de isoflavona, e agem no organismo com ação semelhante ao do estrogênio (soja, tofu, leite de soja);
  • Linhaça: rica em sais minerais, vitaminas e ômega 3, proporciona benefícios para cabelos, pele, unhas e coração, além de amenizar os calorões;
  • Frutas cítricas: por serem ricas em vitaminas C, as frutas cítricas favorecem o sistema imunológico (limão, laranja e tangerina);
  • Alimentos antioxidantes: ajudam a reduzir o envelhecimento das células e do corpo, a possibilidade de doenças crônicas e outros (oleaginosas, cacau, tomate e cenoura);
  • Cálcio: alimentos ricos em cálcio são importantes para a saúde óssea, diminuindo o risco de osteoporose (leite, queijo branco e iogurte);
  • Vitamina E: ajuda a equilibrar o níveis de estrogênio, além de ser benéfica para cabelo, pele, sistema cardiovasculares e outros (brócolis, semente de girassol, espinafre, avelã e amora);

Seguir uma alimentação que inclua alimentos ricos em vitaminas e minerais fará a diferença para que você tenha uma menopausa mais tranquila. Ter um acompanhamento médico também é importante, já que na menopausa os cuidados com a saúde devem ser redobrados.

Exemplo de dieta na menopausa

Confira dois exemplos de como aplicar os alimentos acima em sua dieta para combate aos sintomas da menopausa. Mas não se esqueça: é importante procurar um nutricionista para ter um cardápio personalizado e que esteja de acordo com os nutrientes, vitaminas e minerais que você precisa diariamente.

Dia 1

Café da manhã: 1 copo de leite de soja, 1 fatia de pão de centeio, 1 fatia de ricota, 2 amêndoas.

Caso sinta fome entre o café da manhã e o almoço, opte por uma fruta ou por castanhas.

Almoço: legumes crus ou cozidos da sua preferência, arroz integral, peixe o frango cozido ou frito no azeite extra virgem, fruta ou gelatina.

Café da tarde: aveia ou granola, iogurte light e torradinhas integrais.

Jantar: salada de sua preferência, com acompanhamento de linhaça ou chia, frango ou peixe, grão de bico e feijão.

Ceia: chá de sua preferência (como maracujá, camomila e erva-doce, que ajudarão a dormir melhor) e torradinhas integrais

Dia 2

Café da manhã: 2 ovos cozidos, 1 banana e ½ copo de iogurte light.

Almoço: massa integral com molho de tomate natural, suco de couve com limão, bife de frango.

Café da tarde: 1 fatia de pão integral, 1 fatia de queijo minas, 1 copo de shake de cacau e soja.

Jantar: arroz integral, salmão ao molho de maracujá e lentilha.

Ceia: fruta de sua preferência.

Reforce sua alimentação

Para reforçar os efeitos e os benefícios da sua alimentação, insira um suplemento vitamínico na sua dieta na menopausa. Uma dica natural e sem riscos para sua saúde é o MenoZen. Sua fórmula é 100% natural, feita à base de nutrientes e minerais.

Além de garantir que o seu corpo irá receber a dose ideal diária de vitaminas que precisa, o MenoZen também combate os sintomas da menopausa e atua para potencializar os benefícios dos alimentos para sua saúde.

- Adquira Já -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here